quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024
36.9 C
Blumenau

Acusado por ataque ao CEI Bom Pastor pede para não depor

O homem apontado como autor do ataque com quatro mortes a creche CEI Bom Pastor em Blumenau, ocorrido em 5 de abril, solicitou dispensa da audiência de instrução e julgamento ontem (6). O juízo deferiu o pedido e a oitiva dele não ocorreu.

No segundo dia de audiência, 10 testemunhas foram ouvidas, entre elas sete funcionárias da unidade escolar. Nos depoimentos, que tiveram duração de 2h30min, as testemunhas, uma por vez, puderam contar o presenciaram na manhã do ataque. Na quinta-feira haviam sido ouvidas seis de sete testemunhas convocadas.

As oitivas ocorreram presencialmente na sala de audiências da 2ª Vara Criminal da comarca de Blumenau. Além da equipe da unidade, um promotor de Justiça participou presencialmente da audiência de instrução e julgamento.

Fórum da Comarca de Blumenau - foto de Filipe Rosenbrock
Fórum da Comarca de Blumenau – foto de Filipe Rosenbrock

Encerradas as audiências, o Ministério Público tem o prazo de dois dias para alegações finais. Na sequência, a defesa possui o mesmo tempo. Após análise, o juízo decide se pronuncia o réu e o acusado pode ir ao Tribunal do Júri.

O crime

O ataque ocorreu na manhã do dia 5 de abril de 2023 em uma creche localizada no bairro da Velha, em Blumenau. O réu é acusado de quatro homicídios qualificados, por motivo torpe, meio cruel, uso de recurso que impossibilitou a defesa das vítimas e crime contra menores de 14 anos, e cinco tentativas de homicídio qualificado.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas