Servidor suspeito de fraude na merenda em Blumenau é exonerado

Policial durante operação na Vila Itoupava - foto da Polícia Civil
Policial durante operação na Vila Itoupava – foto da Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira em Blumenau uma operação para apurar possível uso irregular da verba federal destinada à merenda escolar. A irregularidade envolve agricultores e supostamente um servidor da Prefeitura, que foi exonerado pelo prefeito Mário Hildebrandt horas após a deflagração da operação.

Segundo informações da polícia, a compra de produtos de horti-fruti de agricultores familiares destinados à merenda escolar foi em valores mais elevados do que os praticados no mercado. Além disso, parte dos agricultores não plantavam os produtos, mas adquiriam no Centrais de Abastecimento do Estado (Ceasa).

As denúncias também apontaram que parte dos produtos de horti-fruti estavam em uma qualidade ruim. Foram cumpridos mandados em diversos endereços, incluindo na Intendência da Vila Itoupava e o Sindicato dos agricultores.

Um agente público da Prefeitura foi apontado como parte do suposto esquema criminoso, sendo que o mesmo foi exonerado durante a tarde pelo prefeito. Um dos suspeitos foi preso por posse ilegal de arma de fogo, uma espingarda calibre 20. Os envolvidos podem responder pelos crimes de fraude à licitação e falsidade ideológica.

A Prefeitura emitiu nota sobre a operação ressaltando a demissão do servidor e informando a abertura de sindicância para apuração. Uma auditoria deverá apurar a compra dos produtos para “assegurar a probidade administrativa”.

Confira a nota:

Diante da investigação policial anunciada na manhã desta quarta-feira, dia 21, que está apurando supostas irregularidades na aplicação da verba da merenda escolar em Blumenau, informamos que o prefeito municipal determinou a instauração de sindicância interna para apuração dos fatos e exonerou o servidor público citado na investigação.

 

Também por determinação do prefeito municipal, a Controladoria Geral do Município realizará auditoria em todos os contratos relacionados à compra de produtos da agricultura familiar, para assegurar a probidade administrativa e a continuidade desse importante programa de geração de renda e manutenção dos produtores rurais no campo.

Um comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome