O rudimentar e confiável sistema eleitoral italiano

DESDE 1945 - As eleições na Itália acontecem no tradicional e confiável modelo de urna eleitoral.
DESDE 1945 – As eleições na Itália acontecem no tradicional e confiável modelo de urna eleitoral.

Hoje (04/03) Eleições Gerais na Itália. País que deve a conquista da democracia com apoio dos pracinhas brasileiros na derrota do fascismo de Mussolini. Com lápis e papel, italianos vão às urnas neste domingo. Munidos de título eleitoral, identidade e lápis, os cidadãos deverão marcar um “x” no partido ou escrever o nome do candidato de sua preferência em cédulas grandes e coloridas. Apesar de “rudimentar”, o sistema é o preferido por italianos de todas as faixas etárias, por receio de fraudes com urnas eletrônicas. É assim que 46.6 milhões de italianos elegerão 630 deputados e 42.8 milhões, os 315 senadores — a diferença nos números deve-se ao fato de que jovens entre 18 e 24 anos só podem escolher membros da Câmara. A votação na Itália acontece entre as 7h da manhã e as 23h.

VOTO TRADICIONAL - O presidente da República Italiana, Sérgio Mattarella, votando em Palermo por volta das 9:30 hs - hora local.
VOTO TRADICIONAL – O presidente da República Italiana, Sérgio Mattarella, votando em Palermo por volta das 9:30 hs – hora local.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome