Catarinense perde parte da mão com rojão durante protesto

Um estudante do Instituto Federal (IFC) de Araranguá, no Sul de Santa Catarina, perdeu parte da mão durante o protesto de ontem em Brasília. Ele segurava um rojão que seria atirado contra a polícia, mas explodiu antes.

Testemunhas, entre elas jornalistas, confirmaram que Vitor Rodrigues Fregulia, de 21 anos, tentou atirar o rojão contra os policiais. Ele perdeu ao menos três dedos com a explosão, mas não corre risco de morte.

Ele estava na capital federal em uma caravana da Central Única dos Trabalhadores (CUT), junto com outros 15 estudantes. A organização afirmou que a bomba foi atirada por policias e que Fregulia somente pegou do chão.

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) emitiu um comunicado a imprensa onde há relato de 49 pessoas feridas durante o ato, sendo oito eram policiais. Sete pessoas foram detidas por atos de vandalismo.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome