Jaguar de acidente na BR-470 teria passado em frente à PRF

O veículo da colisão que causou a morte de duas jovens na BR-470 no sábado (23) teria passado em frente à Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Blumenau. Ele foi denunciado por usuários da rodovia, mas não foi abordado.

Imagens obtidas pelo Jornal de Santa Catarina mostram que um veículo branco, semelhante ao Jaguar, passa às 5h53 da manhã no trecho que fica a cerca de 600 metros da unidade da PRF no sentido litoral.

Veículo com as mesmas características do Jaguar passou na PRF pouco antes do acidente
Veículo com as mesmas características do Jaguar passou na PRF pouco antes do acidente

O acidente ocorreu minutos depois na mesma rodovia em Gaspar. Suelen Hedler da Silveira, de 21 anos, estava na carona do Fiat Pálio atingido e morreu presa as ferragens. Já Amanda Grabner, de 18 anos, faleceu no hospital. A motorista do veículo e outra caroneira foram encaminhadas a hospitais da região.

A PRF afirmou que está apurando a conduta dos agentes que receberam as denúncias sobre embriagado. Os usuários que realizaram as denúncias, inclusive gravada em vídeo, já estão sendo ouvidos para apurar o caso.

Já o motorista Evanio Wylyan Prestini, de 31 anos, teve aferido o nível de 0,72 mg de álcool por litro de ar, teve a prisão preventiva decretada ontem (24). Na decisão, a juíza Claudia Inês Maestri Meyer afirmou que “[…] o conduzido possuía outras alternativas para evitar o efeito danoso, mas aceitou a possibilidade de vitimar terceiros ao invés de aguardar até que tivesse condições de conduzir seu veículo com segurança. Não há dúvidas de que a capitulação do delito deve ser alterada para duplo homicídio qualificado e tripla tentativa de homicídio qualificado […]”.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome