Wanderley Tribeck, ex-palhaço Bozo, esteve em Taió

Nascido em Vacaria (RS) e criado em Lages, durante vários anos Wandeko interpretou o palhaço Bozo, ícone infantil na década de 80. Foi o primeiro ator a interpretar o personagem no Brasil, iniciando na TV Record, no fim dos anos 70 e migrando para a TVS (atual SBT) no começo dos anos 80.

História

De acordo com Wandeko (alcunha de Wanderley Tribeck), em 1978 recebeu uma ligação do cantor Ari Sanches, então diretor da TVS e foi convidado a fazer um teste para ser o palhaço Bozo. Larry Lamon, dono dos direitos autorais do personagem, gostou tanto do modo como Wandeko representou Bozo, que acabou contratado no mesmo ano.

Wandeko Pipoca foi o palhaço Bozo durante praticamente metade dos anos 80, depois acabou saindo por motivos pessoais da emissora de Silvio Santos. Algum tempo depois, foi contratado pela TV Gazeta para apresentar o programa A Turma da Pipoca, que contava com outros palhaços como Atchim, Espirro (ex-Janela) e Carlos Júnior (Ex-Janelinha) e também passou pela Redetv tempos depois na apresentação do Disque Piadas.

Anonimato

Depois disso, deixou a televisão e caiu no mundo das drogas e da miséria, chegando a viver como mendigo nas ruas de Balneário Camboriú. Nessa vida de misérias, Wandeko passou por muitas dificuldades! Quem antes andava com 50 mil reais em cada bolso, depois andava sem um mísero centavo além de dormir nas sarjetas. Por onde passava, servia de chacota!

Dentre todos esses problemas, até sua mulher o deixou, indo morar fora do Brasil por motivos particulares. Em certa feita, Wandeko resolveu pedir emprego em um posto de combustível, porém de início, não recebeu. Tempos depois resolveu voltar e acabou não só ganhando o emprego, mas também recebeu uma Pajero de seu chefe, que era evangélico.

Encontro especial

Foi ali que conheceu Jesus e sua vida começou a ser transformada. Depois disso, ainda recebeu um imóvel no valor de 300 mil reais, onde acabou abrindo um restaurante, o Ex-Petinho do Wandeko, sucesso na cidade de Balneário Camboriú. Daí pra frente, sua vida começou a ser transformada por Cristo.

Wandeko Pipoca abandou esse apelido e começou a congregar na Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Camboriú, onde conheceu Pastores como Cesino Bernardino, Reuel Bernardino e Silas de Sousa, firmando cada vez mais seus pés na rocha.

Atualmente, é Pastor itinerante da Assembleia de Deus e ministra a palavra de Deus em várias cidades diferentes, reconciliou sua vida matrimonial com sua esposa, Deise Tribeck e também, com sua família. É também integrante da equipe dos Gideões Missionários da Última Hora (GMUH).

Wanderley Tribeck em Taió

Não é de hoje a ligação que o Pastor Wanderley Tribeck tem com o município de Taió! Na época em que Bozo era uma estrela nacional, ele esteve em nosso município. Nos anos 80, esteve por algumas vezes em Taió, fazendo shows infantis e também convidado em campanhas políticas.

Na noite da última quinta feira, dia 12, voltou como Pastor e ministrou para cerca de 700 pessoas no templo da Assembleia de Deus, onde contou seu testemunho de vida e cerca de 30 pessoas reconciliaram suas vidas com Cristo.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome