quinta-feira, 25 de julho de 2024
13.7 C
Blumenau

Um a cada cinco pacientes faltam a consultas em Blumenau

As unidades públicas de saúde de Blumenau registram, em média, 21% de não comparecimento nas consultas. O número representa os casos sem comunicação prévia dos faltantes para que seja feita a substituição do paciente.

De acordo com levantamento realizado pela Secretaria de Promoção da Saúde (Semus), no ano de 2022, dos mais de 600 mil agendamentos, mais de 76 mil pessoas faltaram às marcações. Já no primeiro quadrimestre deste ano, dos mais de 220 mil procedimentos agendados, em quase 21 mil houve faltas.

Dados do Ministério da Saúde apontam o absenteísmo como um problema no contexto da assistência à saúde pública, em virtude do grande número de usuários que aguardam atendimento. As faltas também interferem economia, pois acarretam prejuízo à gestão do sistema, contribuindo para o crescimento das filas de espera.

Atendimento médico em ambulatório - foto da PMB
Atendimento médico em ambulatório – foto da PMB

Ainda de acordo com os dados do MS, o absenteísmo no Sistema Único de Saúde (SUS) se apresenta como uma barreira na extensão da cobertura e do acesso dos usuários aos serviços de saúde pública, dificultando as melhorias de atenção assistencial disponibilizadas aos moradores. O não comparecimento às consultas, exames, procedimentos e terapias agendadas em ambulatórios do SUS tem comprometido o atendimento.

Segundo o secretário de promoção da saúde, Marcelo Lanzarin, as faltas sem justificativa preocupam. “Além de prejudicar outras pessoas que estão na fila de espera, os pacientes faltantes, que não justificam a ausência com, pelo menos, 24h de antecedência, comprometem o trabalho da equipe. Por isso, reforço o pedido aos moradores que não puderem comparecer aos procedimentos agendados, que façam a comunicação em tempo hábil para que os servidores do setor de regulação possam disponibilizar a vaga para outra pessoa”, finaliza Lanzarin.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas