Sindicato ameaça greve no transporte coletivo e pede catraca livre ao prefeito

Terminal da Fonte - foto da Prefeitura de Blumenau
Terminal da Fonte – foto da Prefeitura de Blumenau

É grande a probabilidade de novas manifestações dos trabalhadores do transporte coletivo de Blumenau. Em comunicado hoje (5), o sindicato da categoria informou que deve deflagrar greve e pediu catraca livre a Prefeitura.

Depois de cruzarem os braços na terça-feira de surpresa e deixar milhares de usuários sem transporte até às 7h, a tática adotada pelos motoristas e cobradores agora foi de envolver o prefeito Mário Hildebrandt na discussão salarial.

O Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo (Sindetranscol) pediu em ofício a autorização de catraca livre. Com isso, os ônibus circulariam mas sem cobrar a passagem dos passageiros.

“Diante da negativa da empresa Piracicabana/Blumob para negociação coletiva de trabalho, por ocasião da data-base, tudo indica que a categoria será obrigada a deflagrar a greve já decidida pela categoria”, diz a nota do sindicato.

A categoria afirma ter perda salarial acumulada de 11,55% entre novembro de 2019 a junho de 2021 é de 11,55%. A manifestação também teria sido ocorrido devido ao cancelamento de uma reunião que ocorreria ontem com a empresa.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura não se manifestou sobre o pedido.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome