Semana na Câmara – Sem Zeca e Lanzarin, PPA sai de pauta

Depois de realizar uma Assembleia na frente da Câmara, mais de 100 servidores lotaram o plenário da casa para acompanhar a votação dos vetos do Plano Plurianual. Porém, devido a licença do vereador Zeca Bombeiro (SDD), e, por a cadeira deixada por Fábio Fiedler (PSD) continuar vazia, a matéria não entrou em pauta.

Servidores durante a sessão da terça (Foto de Denner Willian)
Servidores (Foto de Denner Willian)

A reivindicação é uma emenda que adiciona um reajuste de R$ 100 milhões na folha salarial da prefeitura, dissolvidos durante a gestão de Napoleão Bernardes (PSDB). Em um discurso cheio de acusações políticas, a coordenadora do Sindicato dos Servidores Públicos de Blumenau, Sueli Adriano, pediu a aprovação da emenda.

Na próxima sessão a matéria entre em pauta obrigatoriamente. Coincidentemente, Marcelo Lanzarin deve assumir a cadeira vacante, e Bombeiro deve voltar a ativa.

Oktober dá lucro

A Oktoberfest deu um lucro de R$ 1 milhão nesse ano. Jeans Mantau (PSDB) parabenizou a todos os participantes. Ivan Naatz (PDT) e Mauricio Gol (PSDB) engrandeceram o trabalho do secretário de Turismo, Ricardo Stodieck, e comemoram o fato da festa dar lucro pela primeira vez na história.

Caixas de presente na 470?

O principal articulador do governo na Câmara, Ivan Naatz (PDT), disse que demorou três horas para ir de Blumenau ao litoral. Isso porque teve que desviar de muitas “caixas de presente”, ironizando a propaganda dos petistas Décio Lima e Ana Paula Lima que a duplicação seria um presente no aniversário da cidade.

Opiniões a parte, mas a piada sobre os engarrafamentos foi engraçada!

Comércio irregular

Mário Hildebrandt (PSD) voltou a criticar a falta de fiscalização dos ambulantes, o que chamou de concorrência desleal com quem paga seus impostos. Ele listou os produtos vendidos nos terminais de ônibus, entre eles cremes, shampoo, livros, toalhas, cintos e carteiras.

Despedida da “cachorreira”

A vereadora  Evelin Huscher (PT) fez seu último discurso na Câmara. Ela tomou posse após a licença de Adriano Pereira (PT). Muitos vereadores saudaram o trabalho a colega pelo trabalho em defesa dos animais. “Eu esqueço o nome das pessoas, mas não dos animais” destacou a ativista.

… outro vereador em tom de despedida

Devido ao processo de cassação, essa pode ter sido a última sessão de Robinsom Sores (PSD). Ele aproveitou para agradecer o apoio dos eleitores e fez uma prestação de conta do mandato, dizendo que fez quatro mil indicações e 32 projetos de lei. Ressaltou que irá defender o mandato até o fim.

Rápidas
– Jeferson Forrest (PT) diz que o Prefeito não paga o reajuste ao servidores porque “não quer”.
– Célio Dias (PR) disse que alguns CEIs são “deposito de crianças”. Ele chamou a atenção para a estrutura das unidades e dos servidores.
– O presidente da Associação dos Advogados Criminalistas de Santa Catarina, advogado Benjamin Coelho, usou a tribuna livre para criticar o governo e a Foz do Brasil: “A fase romântica dos primeiros meses já terminou e a cidade literalmente está destruída pela Foz do Brasil” frisou.
– Odemar Becker (PPS) destacou logo deve ser definido o valor do prédio da Lancaster, na Rua General Osório, Velha, para que possa abrigar a nova sede do 10º Batalhão da Polícia Militar.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome