Prefeitura corta contratações e investimentos pela crise do coronavírus

Reunião sobre o Covid-19 na Prefeitura no domingo - foto da assessoria
Reunião sobre o Covid-19 na Prefeitura no domingo – foto da assessoria

O prefeito de Blumenau Mário Hildebrandt manifestou em coletiva nesta terça-feira (24) que a crise do coronavírus já forçou a suspensão de contratações, com exceção das necessárias para a crise, paralisação de obras e investimentos.

Em resposta a questionamento da reportagem do Farol, o Hildebrandt manifestou que a contratações de professores e profissionais de outras áreas foi suspensa, exceto para a contratações necessárias para a crise.

Ao comentar possíveis medidas de contenções de custo, o prefeito disse que “o tamanho deste corte, desta tesoura, dependerá do tempo que for necessário ficar parado. A equipe já está discutindo e organizando isto”.

O prefeito também comentou as sinalizações de recursos ao município, que, até o momento da coletiva, não haviam sido repassados. “Até agora temos visto somente anúncios de ações, mas as medidas futuras dependem das ações concretas”.

Além da perda imediata com impostos como o de serviços, recolhido pelo município, o impacto deve ser grave nos repasses federais e também no Índice de Participação dos Municípios (IPM), repassado pelo Estado com base na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome