quinta-feira, 25 de julho de 2024
14.9 C
Blumenau

Homicídios e latrocínios tem queda no ano em Santa Catarina

A Polícia Civil de Santa Catarina divulgou na segunda-feira (11) os dados de mortes violentas relativas ao período de 1º de janeiro a 11 de setembro deste ano. Os destaques ficam por conta da queda no número de homicídios, com -3,52% e de latrocínios, que ficaram em –76,47%.

A comparação entre o mesmo período de 2022 e de 2023 revelou que os homicídios caíram de 369 para 356 casos. Já com os latrocínios, o número despencou de 17 no ano passado para 4, até esta segunda-feira, 11.

As informações são das bases de dados auditadas e fornecidas pelo Núcleo de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

O delegado-geral, Ulisses Gabriel, disse que a PCSC faz prisões qualificadas, por meio de mandados de prisão concedidos pelo Judiciário, a partir de inquéritos robustos. “Desta forma enseja índices que reduzem a criminalidade”, disse.

Suspeitos em viatura da Polícia Civil - foto da PCSC
Suspeitos em viatura da Polícia Civil – foto da PCSC

Autoria dos crimes

A Polícia Civil também revelou a questão das apurações dos crimes. Dos 356 homicídios cometidos no estado este ano, 168 já foram apurados, ou seja, já têm a autoria confirmada. Nos latrocínios, o índice é ainda mais adiantado: dos 4 crimes, 2 tiveram conclusão. As apurações são divididas entre a Polícia Civil e a Polícia Militar de Santa Catarina e podem ser feitas por meio de investigação policial, apresentação espontânea e flagrante no ato ou logo após o ato.

A relação também traz um aumento expressivo no número de mandados de prisão: foram 3.971 prisões ou crescimento de 54,88%; e nos de busca e apreensão que saltou 52,91%, chegando ao total de 5.309 ações.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas