terça-feira, 4 de outubro de 2022
18 C
Blumenau

Juros básicos da economia são mantidos em 13,75%

Banco Central do Brasil - foto de Marcello Casal Jr Agência Brasil
Banco Central do Brasil – foto de Marcello Casal Jr Agência Brasil

A queda da inflação fez o Banco Central interromper o ciclo de alta dos juros após um ano e meio de reajustes seguidos. O Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a taxa Selic em 13,75% ao ano, decisão era esperada pelos analistas financeiros.

Em comunicado, o Copom informou que continuará a monitorar a economia e poderá voltar a subir a taxa Selic caso a inflação não caia como esperado.

“O comitê reforça que irá perseverar até que se consolide não apenas o processo de desinflação como também a ancoragem das expectativas em torno de suas metas. O comitê enfatiza que os passos futuros da política monetária poderão ser ajustados e não hesitará em retomar o ciclo de ajuste caso o processo de desinflação não transcorra como esperado”, destacou o texto.

A taxa continua no maior nível desde janeiro de 2017, quando também estava em 13,75% ao ano. Essa foi a primeira pausa após 12 altas consecutivas, num ciclo que começou em meio à alta dos preços de alimentos, de energia e de combustíveis.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas