terça-feira, 20 de fevereiro de 2024
25.9 C
Blumenau

Investigado por tortura e estupro é condenado a 30 anos de prisão

Prisão de investigado por tortura, estupro e outros crimes
Prisão de investigado por tortura, estupro e outros crimes

Um homem acusado de por tortura, estupro e outros crimes por foi condenado a mais de 30 anos de prisão no Vale do Itajaí. A vítima foi a própria esposa que teria sido torturada por três meses antes de aparecer em um hospital com vários ferimentos.

Segundo comunicado da Polícia Civil, a iniciou após a vítima dar entrada no hospital OASE em Timbó, com múltiplas lesões graves por todo o corpo, no dia 20 de janeiro de 2023. A delegacia da cidade prestou o primeiro atendimento policial a vítima.

De acordo com a relatórios, a mulher possuía um grande corte na cabeça, além de apresentar as costelas e uma das pernas quebrada. Durante as investigações foi possível constatar que a vítima “possuía lesões extensas por todo o corpo”.

Ela relatou que vinha sendo mantida em cárcere privado por três meses e que era torturada de forma continuada com o uso de barras de ferro, furadeiras, facas, cordas, unhas e dentes, além de ser vítima de estupro.

A polícia pediu a prisão preventiva que foi aceita e cumprida em São Lourenço do Oeste ainda em 2023. Na quarta-feira (17) o processo criminal foi julgado procedente para condenar o investigado a 30 anos, 9 meses e 27 dias de reclusão, no regime inicial fechado, bem como em indenizar a vítima no valor de R$ 30 mil.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas