Governador decreta lockdown no final de semana em Santa Catarina

Governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa - foto: Julio Cavalheiro
Governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa – foto: Julio Cavalheiron

O governador Carlos Moisés decretou na noite desta quinta-feira (25) um lockdown que irá iniciar às 23h de sexta e irá até às 6h de segunda-feira em Santa Catarina. Apenas atividades essenciais poderão funcionar no período.

O texto, que será publicado no Diário Oficial do Estado na sexta-feira, 26, prevê ainda a reedição das medidas com fechamento de atividades não essenciais no próximo fim de semana, entre as 23h de 5 de março e 6h de 8 de março.

“O novo quadro que se apresenta é extremamente grave, e por isso, é fundamental que o Governo do Estado tome medidas ainda mais duras, pois o que importa é preservar a vida dos catarinenses”, afirmou Carlos Moisés.

O governo afirmou que nos últimos 30 dias, foram pactuados 130 novos leitos de terapia intensiva e 220 leitos clínicos em diferentes regiões. Além disso, na terça-feira, foram anunciados R$ 600 milhões para contratar leitos de UTI na rede privada. A fiscalização das medidas e protocolos de saúde também foi reforçada por 500 policiais militares dedicados à tarefa.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, avaliou as novas medidas como fundamentais para conter o avanço da doença. “Estamos no momento mais crítico da pandemia em Santa Catarina. Precisamos que todos entendam e façam a sua parte evitando aglomerações e seguindo os protocolos sanitários, afirmou.

A decisão foi tomada após reunião na noite desta quinta-feira com membros do Grupo Gestor do Estado, que engloba a Casa Civil, Secretaria de Estado da Administração, Secretaria de Estado da Fazenda e Procuradoria Geral do Estado, além do Gabinete do Governador.

Os serviços considerados essenciais estão definidos no Decreto 562/2020.

Receba notícias do Farol em seu WhatsApp

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome