200 estão desaparecidos após rompimento de barragem em Minas Gerais

Uma barragem rompeu-se na cidade de Brumadinho, estado de Minas Gerais, na tarde desta sexta-feira. O Corpo de Bombeiros divulgou uma estimativa que ao menos 200 pessoas estão desaparecidas após o incidente.

O rompimento da Barragem da Mina Feijão, estrutura que pertence à Vale, liberou no meio ambiente um volume ainda desconhecido de rejeitos de mineração. O presidente da empresa, Fábio Schvartsman, disse que a maioria das vítimas é de funcionários da empresa, já que um centro administrativo foi atingido.

“Nós ainda não sabemos o que aconteceu. Ainda é muito cedo para termos essa informação”, disse o presidente, ao ser questionado.

Nas proximidades do local da tragédia há um campo de futebol que está sendo usado como área de avaliação e triagem das vítimas para atendimento médico, além de estacionamento de viaturas. O Corpo de Bombeiros informou que está atuando com 51 militares, e que contam ainda com seis aeronaves.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no Palácio do Planalto medidas emergenciais para tentar buscar soluções para “minorar” a tragédia. Ele confirmou que amanhã estará no local. Também destacou que um gabinete de crise monitora a situação.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome