Vândalos depredam ônibus em protesto contra o aumento da tarifa

Apesar de mais de 15 mil pessoas terem sido convidadas, cerca de uma centena de indivíduos fizeram um protesto contra o aumento da tarifa do transporte público urbano em Blumenau, reajustado para R$ 3,00.  A manifestação que se chamava “3,00 é roubo! Vamos barrar o aumento” estava marcada para às 18h30.

Crime frustado (Jaime Batista)
Crime frustado (Jaime Batista)

Depredação e tumulto

Os manifestantes saíram da Prefeitura de Blumenau e interromperam o trânsito na Avenida Sete de Setembro. Depois seguiram para o Terminal da Fonte, onde impediram a circulação dos ônibus. Até então, nada grave havia sido registrado.

Mas alguns adolescentes invadiram o estacionamento do terminal e picharam alguns ônibus com frases como “tarifa zero” e “que vergonha, a tarifa tá mais caro que a maconha”. Dois deles não tiveram sucesso no crime contra o patrimônio devido a uma ação rápida da Polícia Militar (foto).

Descontentes com a detenção dos marginais, outros manifestantes começaram a depredar o patrimônio do terminal. Placas de identificação e bebedouros foram vítimas da ação. A PM reagiu com balas de borracha. Colaboradores do Siga ameaçavam  não cumprir a tabela por conta da insegurança.

A tarifa passa a vigorar neste sábado, dia 15 de março.

Atualização: a Polícia Militar não utilizou gás lacrimogênio, como havia sido noticiado.

Veja algumas fotos do blogueiro Jaime Batista, parceiro do Farol:

11 Comentários

  1. De onde você tira “suas verdades” Felipe Rosembrock? Você estava lá ou ouviu isto de alguém? Se estava viu que o primeiro a agir de forma violenta foi um motorista que jogou ônibus pra cima de uma manifestante e que 3 ou 4 manifestantes reagiram a esta agressão quebrando o vidro e pichando. Se você estava lá viu que a polícia foi quem usou bala de borracha, spray de pimenta e porrada contra um grupo que resistia de forma pacífica em sua frente pedindo a soltura dos meninos e que sobrou porrada pra todos, incluindo pessoas que não estavam no manifesto e a própria imprensa, e que só então alguns manifestantes, após a violência da polícia, quebraram abjetos do terminal. Se você estava lá e escreve o que a maioria que estava não viu eu não confio em você. Se você não estava então é um repórter desprezível e que me leva a desconfiar de sua tendência a querer criminalizar quem luta por seus direitos e a favor de quem está no poder. Seu texto é lamentável, destoante e presta um desserviço a população.

    • E não quero entrar em uma discussão, mas o único “crime” do motorista foi querer trabalhar. Ele queria sair do terminal, assim como os diversos passageiros.

      O artigo quinto da Constituição fala de liberdade de manifestação de pensamento, mas o mesmo artigo defende outras liberdades como a de ir e vir. Em minha concepção, ninguém pode frustar um direito em detrimento de suas convicções.

  2. Querer dizer que a PM vai até a manifestação para atacar manifestantes…isso é uma piada de muito mal gosto…porque caso isso fosse verdade eles teriam feito isso já no início, lá na Prefeitura…mas pelo contrário a PM foi realizando a segurança de todo mundo durante todo o percurso…Acontece que uma meia dúzia de retardados no terminal começaram a quebrar os ônibus para aparecer e outros idiotas começaram a pichar o chão e os ônibus…ahhhh…acho que ainda levaram pouco…querer bagunçar uma reivindicação séria…se não for para ajudar não atrapalha quem luta por um país melhor…

    • A ação dos manifestantes de quebrar as coisas foi somente após a policia ter agido daquela forma… O meu amigo foi preso pq xingou um policial, mas nao citaram que o motorista do onibus tentou atropelar todo mundo e atropelou o pé do meu amigo, o que levou ele a xingar todo mundo que ele viu… Casos de vandalismo foram isolados, somente isso. A polícia bateu até mesmo em crianças que estavam lá e quem nao tinha nada a ver com o protesto.

  3. “Placas de identificação e bebedouros foram vítimas da ação” Isso vale para as vítimas, jovens atacados por cães, pernas e braços quebrados entre outros ferimentos de bala de borracha. Lembrando que a depredação ocorreu após a ação violenta da polícia.

    • Mas você nao mencionou que também as pessoas só depredaram após o motorista do onibus ter ido com o onibus em cima dos manifestantes. Não concordo com a pichação, mas a policia atacou até pessoas que nem estavam na manifestação.

  4. Criticar um protesto como este é facil quando se fica no conforto do sofá de casa…
    A manifestação foi linda durante todo seu trajeto, os casos citados – subjetivamente- neste artigo, não condizem com a realidade que ocorreu no manifesto, tendo em vista que os atos de vandalismo foram isolados.

  5. Haverá amanhã cedo bastante defensor do patrimônio dos ônibus dos empresários e prefeitura, coligados no consórcio SIGA. Gente de bem defendendo os ônibus. Registro aqui minha defesa (solitária) às pessoas que defendem a multidão que usa ônibus. Defendo aqui os manifestantes. Parabéns! Dirão que vocês são gatos pingados. Riam disso. Os poucos que apanharam na Av. Paulista trouxeram o país consigo, em 06/2013. E continuem! Urbana legio omnia vincit!

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome