STF cobra que Dilma explique por que chama impeachment de golpe

Presidente Dilma Rousseff durante declaração à imprensa. (Roberto Stuckert Filho/PR)
Presidente Dilma Rousseff durante declaração à imprensa. (Roberto Stuckert Filho/PR)

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, determinou nessa quarta-feira (18) que a presidente afastada Dilma Rousseff explique porque classificou o processo de impeachment de golpe de estado. Dilma tem dez dias para se manifestar.

A ministra Rosa atendeu a pedido de deputados que entraram com uma ação para que Dilma se explicasse pelas declarações.

Na ação, os parlamentares argumentam que a acusação de Dilma é algo de gravidade ímpar, sobretudo, ao se levar em consideração a recente história nacional e as possibilidades de ruptura que declarações desse tipo podem trazer à sociedade brasileira. Eles apresentaram discursos de Dilma em que ela classifica o processo de impeachment contra ela de golpe.

Entre os deputados que assinaram a ação estão Júlio Lopes (PP-RJ), Carlos Sampaio (PSDB-SP) e Antônio Imbassahy (PSDB-BA).

A reportagem tentou contato com a assessoria de Dilma Rousseff, mas até o fechamento desta edição, não obteve retorno.

Com informações da Agência Brasil

Um comentário

  1. Sim, os deputados têm razão, pois o ônus da prova é de responsabilidade de quem faz acusação; aliás, golpe de Estado de quem? Seriam dos milhões de brasileiros que já não suportavam a imensa rede de corrupção dos petistas?

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome