Prolongamento da Humberto de Campos tem 41% das obras realizadas

 

prolong-humberto-campos-fotos-eraldo-schnaider2

Em meio a uma área de quase 80 mil metros quadrados de obras, o prolongamento da rua Humberto de Campos, no bairro Velha, chega ao mês de outubro com 41% dos serviços realizados. Atualmente, as equipes de trabalho se concentram na preparação da base para a pavimentação do primeiro trecho das melhorias, estabelecido entre as ruas Marechal Deodoro e Antônio Hafner.

Entre as execuções que já transformam o cenário da região, estão a conclusão do viaduto da Rua Gustavo Budag, com 13 metros de extensão, e outras duas estruturas similares, situadas na Rua Joaquim Nabuco e na Via Projetada 81. A construção de uma ponte de concreto sobre o Ribeirão da Velha, com extensão de 60 metros, também está pronta.

No total, a realização conta com R$ 37 milhões em recursos municipais financiados pela Prefeitura junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Também estão sendo investidos mais de R$ 30 milhões em desapropriações, por meio de convênios em parceria com o governo estadual. Mais de 70% dos imóveis a serem incorporados estão negociados.

Solução estratégica

Maior obra pública municipal em execução, o prolongamento faz parte do chamado “Corredor Oeste”, proposta estratégica prevista pela Prefeitura de Blumenau para melhoria da mobilidade urbana. A solução compreende a extensão de 2 km da rua Humberto de Campos até a rua General Osório, na confluência com a rua Tóquio e rua Joaquim Nabuco.

Conforme o projeto, a passagem terá 30 metros de largura, tendo faixas para veículos e pista exclusiva para o transporte coletivo, além de canteiros centrais, passeios para pedestres e ciclovias. Ao todo, o empreendimento contará com três viadutos, alças de acessos às ruas laterais, retornos e uma ponte, devendo desafogar o tráfego nas ruas João Pessoa e Frei Estanislau Schaette.

Denisse Lopes

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome