Governo vai permitir novo saque do FGTS por conta do coronavírus

Caixa Econômica - foto de Tania Rego
Caixa Econômica administra o fundo de garantia dos trabalhadores – foto de Tania Rego

O presidente Jair Bolsonaro editou ontem (7) a medida provisória 946, que permite um novo saque de de até R$ 1045 contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a partir de 15 de junho.

O cronograma e as formas de liberação serão definidas pela Caixa Econômica, mas valor deve ficar disponível até 31 de dezembro. Cerca de R$ 21 bilhões do fundo PIS/Pasep haviam sido transferidos ao FGTS para esta liberação.

A medida ocorre em meio a ações judiciais e discussões no Congresso para liberação do FGTS devido ao estado de calamidade pública reconhecida pelos entes federados em decorrência da pandemia de coronavírus Covid-19.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome