Governo pode liberar saques de FGTS para contas ativas e inativas

O Governo Federal pode anunciar ainda nesta semana a liberação de saques no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) sobre determinadas condições. Ainda não há confirmação oficial, mas a medida deve valer para contas ativas e inativas.

A equipe de Jair Bolsonaro prevê que ao menos R$ 40 bilhões devem ser liberados aos trabalhadores para estimular a economia, atualmente estagnada. Diferente da ação de liberação de Michel Temer, a liberação também valeria para contas ativas.

Atualização: Saques do FGTS iniciam em 13 de setembro e vão até março de 2020

Segundo apuração da reportagem, a liberação deve ser baseada em faixas percentuais que variam de acordo com o tempo de contribuição.  Hoje, os valores depositadas mensalmente a quem tem carteira assinada só é liberado em caso de demissão ou em determinadas condições, como doença grave ou compra de imóvel.

Contas de FGTS estão vinculadas a Caixa Econômica Federal - foto de José Cruz/Agência Brasil)
Contas de FGTS estão vinculadas a Caixa Econômica Federal – foto de José Cruz/Agência Brasil)

Um comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome