Governador anuncia toque de recolher na madrugada em Santa Catarina

Governador Carlos Moisés em webconferência - foto de Mauricio Vieira
Governador Carlos Moisés em webconferência – foto de Mauricio Vieira

O governador Carlos Moisés decidiu nesta quarta-feira (2) adotar novas medidas restritivas para a pandemia de Covid-19 em Santa Catarina após reunião com prefeitos das 21 maiores cidades do Estado. A principal mudança é a implementação de um toque de recolher durante a madrugada e pela manutenção do transporte coletivo, desde que seja respeitada uma ocupação máxima de 70% da capacidade dos ônibus.

As medidas valerão para todo o Estado por um período de 15 dias a partir edição do decreto, que deverá ser publicado em até 48 horas. Também será tornado obrigatório o uso da máscara em todos os ambientes, com exceção dos domicílios.

Segundo o governador, as medidas têm o objetivo de frear o avanço da doença ao mesmo em que mantêm as atividades econômicas do Estado em funcionamento. Em relação ao comércio, foi discutida a possibilidade de ampliação dos horários de atendimento no fim de ano, para não promover aglomerações.

Na parte da noite, os estabelecimentos deverão fechar as portas até as 23h, com a possibilidade de atender os clientes no recinto até meia-noite.

“Tomamos a decisão com base em um amplo diálogo com os prefeitos. Tivemos uma reunião extremamente produtiva e definimos ações conjuntas, que valem para todo o Estado e pretendem frear o avanço da doença”, afirmou o governador.

15 regiões em estado gravíssimo

Também nesta quarta-feira, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, divulgou a nova classificação da Matriz de Risco, que coloca 15 das 16 regiões de saúde em alerta gravíssimo. Apenas o Extremo Oeste segue em nível grave. Em relação à última semana, subiram de nível as regiões do Alto Uruguai e Foz do Rio Itajaí. A taxa de transmissibilidade apresenta-se como gravíssima em 14 regiões.

Ainda de acordo com a Matriz, apenas as regiões do Planalto Norte e Extremos Oeste não tiveram um aumento no número de óbitos. No índice de capacidade de atenção, que mede a taxa de ocupação de UTIs, vale destacar a elevação da região da Foz do Rio Itajaí, que na última semana estava como moderado (cor azul) e agora encontra-se no nível gravíssimo (cor vermelha).

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome