Fiscalização apreende morangos sem comprovação de procedência

acb1481a78b3f9c5d2e4d0a213b75bb7
Fiscalização da prefeitura apreende produtos de sem comprovação de procedência (Divulgação/Prefeitura)

Comprar produto roubado é crime, o de intercepção. Mas é comum ver vendedores de morango nos semáforos e motoristas comprando estes alimentos. Normalmente os vendedores não tem nenhuma licença e nem comprovação de procedência, ou seja, podem ser até produtos roubados.

Mas nesta quinta-feira (21) a Fiscalização de Obras e Posturas da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Blumenau apreendeu 228 bandejas de morangos que estavam sendo comercializados de maneira irregular. Esse tipo de comércio é irregular e proibido, de acordo com os Artigos 15 a 18, da Lei Municipal 2047/74.

Além do risco de estar financiando atividades suspeitas, esses produtos podem afetar sua saúde. A fiscalização ainda alerta em nota que “os produtos comercializados podem estar contaminados com agrotóxicos que causem danos à saúde, já que não há inspeção dos órgãos competentes”.

Segundo informações divulgadas pela prefeitura, a mercadoria comercializada estava ainda sem indicação de procedência, validade ou qualquer indicação do produtor. Tudo foi descartado pela fiscalização, já que os alimentos eram perecíveis e não é possível constatar a qualidade.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome