F1: Red Bull e Toro Rosso mostram carros em Jerez

Camuflado, novo RB11 é testado em Jerez (Getty Images)
Camuflado, novo RB11 é testado em Jerez (Getty Images)

No inicio dos trabalhos da F1 para 2015 em Jerez, eis que os dois últimos carros a ser apresentados para a temporada são revelados ao público. Co-irmãs, usuárias do mesmo motor e com o mesmo grande pensamento para a temporada deste ano, Red Bull e Toro Rosso mostraram pela primeira vez ao público os novos carros, que já estão em atividade plena no primeiro dia de testes da temporada.

As voltas com o complicado motor Renault na temporada passada, a Red Bull busca voltar aos bons dias dos tempos de Vettel com o novo carro, o RB11. Desenhado pelo mago da aerodinâmica, Adrian Newey, e camuflado nos primeiros testes, o carro representa uma correção de rota da equipe, que no ano passado foi a única a bater a Mercedes. Isto, quando as flechas de prata sofriam algum acidente de percurso.

Expectativa da Red Bull é superar os problemas de 2014, especialmente com o motor Renault (Getty Images)
Expectativa da Red Bull é superar os problemas de 2014, especialmente com o motor Renault (Getty Images)

No comando da máquina, Daniel Riccardo não escondeu a ansiedade e traça como objetivo colocar o time alemão sob pressão, contanto com o que aprendeu no ano passado e acreditando na proximidade entre a equipe e a Renault.

“Havia muita pressão em mim no ano passado e eu precisava provar para mim mesmo como seria o meu desempenho à frente de uma equipe de ponta. Agora, acho que todos sabem do que sou capaz e estou realmente animado para essa nova temporada (…) Acho que construímos uma boa base desde o ano passado e realmente estou pronto para brigar de perto com a Mercedes. Acredito que será uma grande disputa”, disse. Ao lado de Riccardo, o jovem russo Danil Kyviat terá uma temporada para desenvolver os bons dotes de piloto que tem, e que foram mostrados em 2014 a bordo da Toro Rosso.

Top 5 como meta

E falando no time-irmão da Red Bull, a Toro Rosso também mostrou em Jerez o novo carro, que terá como meta inserir o time entre os cinco melhores da temporada. Uma tarefa difícil para o STR10, já que a equipe tem no corpo de pilotos dois estreantes que prometem dar o que falar na empreitada do time de Faenza.

Bico em forma de seta e um renovado motor Renault (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Bico em forma de seta e um renovado motor Renault (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

Surgida do espólio da antiga Minardi em 2005, o time italiano completa 10 temporadas na categoria, sempre cumprindo a função tímida de revelar novos talentos para a matriz austríaca. Agora, depois de projetar nomes como Sebastien Vettel e Dainel Riccardo, a meta é se colocar de vez entre os times de ponta, contando com o talento do jovem holandês Max Verstappen, filho do ex-piloto Jos Verstappen, que com 17 anos, é o mais jovem a estrear na categoria. Ao seu lado outro filho de lenda, o espanhol Carlos Sainz jr., que ao contrario do pai, o ex-piloto de rally Carlos Sainz, escolheu o asfalto para mostrar serviço.

Verstappen e Sainz jr. tem a missão de levar a Toro Rosso aos cinco primeiros (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Verstappen e Sainz jr. tem a missão de levar a Toro Rosso aos cinco primeiros (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

Assinado por James Key, o novo carro tem linhas simples e também e tem como destaque um bico mais comportado com relação ao do ano passado, apresentando um formado parecido com o de uma seta. Pelo segundo ano seguido, a Renault empurra o bólido e a expectativa é que o desempenho anemico do motor seja apenas passado. “James Key teve grande esforço com esse projeto e gastou muito tempo em novas soluções. O carro é bastante limpo e acho que, se um carro é limpo e bonito, também é rápido. E, mais uma vez, temos junto conosco a Renault. Eles fizeram um grande trabalho também. Por isso, estou convencido de que temos um pacote competitivo”, afirmou Franz Tost, chefe da escuderia italiana.

Rapidinhas:

– E o pit lane já está intensamente movimentado nestes primeiros movimentos da F1 em Jerez de La Frontera. A exceção da Force India (ausente nos testes), várias equipes já saíram a pista para os primeiros testes e outras, como Williams e Mercedes, mostram oficialmente os carros para este ano. As principais noticias das sessões de testes e de toda a temporada 2015 da F1 estarão aqui, no FAROL.

Mercedes W06 Hybrid (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Mercedes W06 Hybrid (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Williams-Mercedes FW37 (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Williams-Mercedes FW37 (Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

– E neste último mês, os fãs da F1 no Brasil recordaram os 40 anos de uma das mais importantes conquistas do inesquecível Jose Carlos Pace. Foi num dia 26 de janeiro em 1975 que Moco, como era conhecido, venceu de forma indelével o GP do Brasil, primeira prova daquela temporada. Apesar de um futuro promissor, especialmente por ser um exímio acertador de carros, Pace veio a falecer em março de 1977, vitimado por um acidente aéreo na Serra da Cantareira, em São Paulo.

José Carlos Pace e o icônico Brabham BT45. Vitória única do brasileiro em Interlagos, 1975 (Reprodução)
José Carlos Pace e o icônico Brabham BT45. Vitória única do brasileiro em Interlagos, 1975 (Reprodução)

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome