Condenado comparsa de baleado em assalto a conveniência em Blumenau

Foi condenado a oito anos e dez meses, inicialmente em regime fechado, um homem identificado como comparsa de um assaltante baleado no assalto a uma conveniência do bairro Vila Nova em abril. O outro preso, Evandro de Andrade, de 26 anos, já havia sido condenado a doze anos e sete meses.

Segundo denúncia do Ministério Público, o acusado saiu do automóvel que seria usado na fuga ao perceber a dificuldade do parceiro em consumar o roubo. Ele seguia em direção à loja, mas desistiu e fugiu ao ouvir o disparo.

Em juízo, o réu confessou a prática do delito. Ele relatou ter conhecido o homem, que propôs o assalto, em um bar e afirmou ainda que estava alterado pela ingestão de bebida alcoólica no momento do ocorrido.

Inicialmente ele teria achado que era brincadeira, mas viu a arma com o ele e como já tinha dito que participaria do roubo o acompanhou. A intenção da dupla, segundo consta nos autos, era consumir drogas após o assalto.

A decisão sobre a condenação do comparsa ocorreu na sexta-feira (4) pelo juízo da 2ª Vara Criminal da comarca de Blumenau. O homem não poderá apelar em liberdade. Ele está preso desde agosto no Presídio Regional de Blumenau.

O crime

A dupla chegou por volta das 21h50 do dia 26 de abril na loja de conveniência na Rua Almirante Barroso, bairro Vila Nova. Um deles entrou armado com um revólver 38 e rendeu o proprietário. Sua companheira é, uma atiradora legalizada, e teve de atirar com sua pistola calibre 380 para cessar a agressão.

O tiro atingiu as costas do criminoso que caiu e ficou imobilizado até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Polícia Militar. Ele possuía sete boletins de ocorrência por crimes diversos em sua ficha.

Além da sua companheira, o comerciante também estava armado, fato que não foi notado pelo criminoso.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome