Armadilhas fotográficas registram mamíferos no Parque São Francisco

Em dezembro de 2015, a Prefeitura de Blumenau instalou armadilhas fotográficas no Parque São Francisco de Assis. Os três equipamentos foram implantados em pontos específicos para auxiliar na observação dos animais.

Neste primeiro período de amostragem, com o uso dos equipamentos, foi possível registrar o cachorro-do-mato (Cerdocyon thous), a cutia (Dasyprocta azarae) e o tatu-galinha (Dasypus novemcinctus).

O projeto Fauna do Parque São Francisco é uma realização da Fundação Municipal do Meio Ambiente e do Instituto Caeté-Açu, que visa melhorar a conservação da natureza. Conforme explica o educador ambiental e biólogo da Faema José Sommer, o objetivo das armadilhas é encontrar espécies raras, em extinção ou pouco observadas. “Infelizmente não conseguimos filmar ou fotografar o Gato Mourisco, que era o intuito principal. No próximo mês vamos olhar novamente as filmagens”, comenta.

Os primeiros registros foram obtidos com imagens de mamíferos que vivem em meio à floresta localizada no centro da cidade. “O projeto é importante para que conheçamos melhor e respeitar a fauna que vive tão próxima de nós”, explica Sommer.

Franciele Back 

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome