Câmara retira obrigatoriedade de cobradores em certas linhas

Sessão da Câmara pode induzir greve (Jessica de Morais/CMB)

Um polêmico projeto aprovado na Câmara de Blumenau terça-feira (25) pode acabar induzindo uma paralisação total no transporte coletivo na sexta-feira. O texto retira a obrigatoriedade de cobradores em determinadas linhas.

De autoria do Poder Executivo, a manutenção do cobrador não será exigida no Serviço Blufácil, nas linhas especiais, as alpinas, e alimentadoras atendidas com veículos da categoria microônibus, e nas linhas de baixa demanda.


O critério para determinas as linhas de baixa demanda é onde índice de passageiros por quilômetro equivalente (IPKe) seja igual ou inferior a 1. Uma emenda de autoria dos vereadores Sylvio Zimmermann (PSDB) e Ito (PR) acrescentou a obrigação da fiscalização do Seterb – Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transporte de Blumenau, nessas linhas.

Basta o prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) assinar para passar a valer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here