Suspeito de pedofilia preso pela PF consegue liberdade provisória

preparatoriopoliciafederal-areaadministrativa-operadordecomputador

O homem de 22 anos que havia sido preso na semana passada pela Polícia Federal de Itajaí por suspeita de pedofilia já está em liberdade. Seu advogado conseguiu a liberdade provisória já no dia 30 de setembro, apenas um dia depois do homem ter sido encaminhado ao Presidio Regional de Blumenau.

Ele já trabalhou como palhaço em festas escolares e como animador em festas infantis particulares e atualmente trabalhava em uma campanha política. Na casa do suspeito, no bairro bairro Fortaleza, foi encontrado grande quantidade de arquivos digitais com vídeos e imagens de pornografia infantojuvenil.

O mandato de prisão preventiva havia sido expedido pela Justiça Federal. Ele é investigado por supostamente abusar de menores de idade e de armazenar pornografia infantojuvenil, o que é um crime e que foi constato pelos agentes no dia da prisão.

A prisão fazia parte da Operação Glasnost que identificou ao longo de dois anos quase uma centena de brasileiros envolvidos com a produção e o compartilhamento de imagens relacionadas à exploração sexual de crianças e adolescentes na internet, entre eles o blumenauense.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome