Prefeitura vai intervir na administração do Consórcio Siga

Siga Terminal Aterro
Intervenção deve acontecer devido a repetitivos atrasos salariais (Gomes Jr./Farol Blumenau)

Após o Farol Blumenau noticiar que a empresa Nossa Senhora da Glória deixou de pagar seus funcionários, a Prefeitura de Blumenau anunciou que irá fazer uma Intervenção administrativa no Consórcio Siga.

[irp posts=”18641″ name=”Funcionários da Glória anunciam greve para amanhã”]

A medida vai alterar o gestor do Consórcio e das empresas que o compõe. A decisão é baseada no contrato firmado entre a Prefeitura e visa garantir o cumprimento das cláusulas de prestação do serviço.

“[.. ] trata-se de uma substituição emergencial do gestor do concessionário e respectivas empresas integrantes diante do não cumprimento de cláusulas contratuais”, anunciou a Prefeitura por meio de nota.

A decisão é valida inicialmente por 30 dias e busca as causas que geram os problemas, como os atrasos de pagamento. A medida foi tomada por um decreto assinado pelo prefeito Napoleão Bernardes na tarde deste domingo (08).

Segundo a nota, a Intervenção deve influenciar toda a administração. “A Administração Municipal assume a direção da execução, controlando o pessoal, material, equipamento e operações até sua normalização ou subsequente extinção do contrato”.

Glória é uma das três empresas que operam o sistema de transporte coletivo em Blumenau formando o Consórcio Siga. As outras duas empresas, a Verde Vale e a Rodovel, não enfrentam problemas financeiros públicos.

Câmara Técnica

Em setembro foi anunciada a formação de uma Câmara Técnica formada por representantes do Seterb e das empresas com objetivo realizar uma análise profunda do sistema. Porém, de acordo com a nota deste domingo, solicitações realizadas pela Câmara para cumprimento do contrato não foram atendidas.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome