Polícia Civil prende ex-namorado da artista visual Bianca Mayara

Éverton não aceitava o fim do relacionamento com Bianca Mayara
Éverton não aceitava o fim do relacionamento com Bianca Mayara

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (27) o autor do feminicídio de Bianca Mayara Wachholz. Na quarta-feira, Éverton Balbinott de Souza invadiu a casa da mãe de Bianca e atirou contra seu rosto, fugindo em seguida.

Na chegada a central de polícia afirmou a jornalistas que “fiz e vou pagar”. Ele já havia se apresentado ontem a noite, quando já não havia flagrante nem mandado de prisão preventiva expedida pelo Poder Judiciário, o que ocorreu nesta manhã.

Éverton não aceitava o fim do relacionamento que durou aproximadamente um ano e já havia a ameaçado. A separação ocorreu a cerca de 30 dias. Se condenado, pode ter de cumprir de 12 a 30 anos de prisão por feminicídio.

Bianca Mayara Wachholz era formada em Design de Moda e se identificava como artista visual. Participava também de grupos feministas em defesa das mulheres. Em sua página no Instagram, onde publicava suas obras, deixou a frase “sempre em busca de fazer arte que conecte as pessoas”.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome