sexta-feira, 12 de agosto de 2022
17.1 C
Blumenau

Elza Pacheco: por uma educação crítica e atuante

O nome não é muito conhecido da sociedade blumenauense, mas trata-se de uma escola que ficou em primeiro lugar no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) entre as escolas públicas da cidade duas vezes – em 2010 e 2012. Situada no bairro Vila Nova, a Escola de Ensino Médio Profª Elza H.T. Pacheco foi fundada há apenas trinta anos, mas tem muita História, um pouco dela já contada aqui mesmo nas páginas do Farol. Mas e o presente?

IMG00514
Rosimere Pinheiro e Paula Boaretto, de pé (Iran S.)

Olimpíadas

Conversamos com a assessora de direção Rosimere Pinheiro, que nos relatou que neste aniversário a instituição vai muito bem, obrigado. Não bastassem os números mencionados acima e as participações expressivas nas Olimpíadas de Matemática, o corpo docente da escola realiza e prepara este ano diversas atividades extra-curriculares. “Quanto às Olimpíadas, nos últimos cinco anos, cinco alunos receberam medalhas em nível nacional, além de diversas menções honrosas em cada edição”, destacou a professora de matemática Mirayde Dalmarco.

Informativo

A professora de tecnologia Juliana Jomes, também graduada em Educação Física e com especialização em Medicina Esportiva, é uma das que desenvolvem trabalhos extra-classe. Um deles é um informativo eletrônico, com edições trimestrais, contendo divulgação dos trabalhos realizados na escola, informações de utilidade para os estudantes, como cursos, datas de inscrições para processos seletivos e dicas.

Esportes

Na área esportiva, Juliana realiza treinos de vôlei e futsal, ambos no masculino e feminino, junto com os professores Maurício Rodrigues e Jeruza Conzatti. Os focos destes trabalhos são os Jogos Escolares e os Jogos da Primavera, nos quais a escola sempre participa em todas as modalidades. “Recentemente surgiu o Atleta na Escola, um programa do governo que ampara atletismo, vôlei e judô, no qual a escola também irá participar”, conta Juliana, que também introduziu o rúgbi, inclusive tendo trazido dois britânicos para apresentar o esporte aqui em Blumenau.

Pátio da escola (Iran S.)
Pátio da escola (Iran S.)

Viagens

Entre os projetos que serão realizados ainda este ano, Rosimere Pinheiro destaca as viagens de estudo com os professores Pablo Pacher e Luise Teles,ambos de Artes, para o Museu Oscar Niemeyer e outras exposições, em Curitiba, com os terceiros anos; e uma viagem para o Resort Pedagógico Eco do Avencal, em Urubici, com a professora Estella Bahr (Biologia).

Reforço

O reforço pedagógico ao currículo normal não é esquecido. No momento, dois voluntários prestam auxílio aos alunos com dificuldades em Química e Inglês. Em Química, o trabalho é realizado por um estagiário da FURB, e em Inglês uma própria aluna do 3º ano da escola é quem ministra as aulas de reforço.

Festival de Cinema

O professor Maicon Roberto Poli de Aguiar, de História, é quem coordena o Festival de Cinema, consistindo em duas etapas: na primeira, a exibição de produções cinematográficas pré-selecionadas sobre o tema central do projeto, que é Alimentação. Esta etapa prevê ainda a realização de debates e atividades elaboradas pelos professores. Na segunda etapa, os alunos elaboram, produzem e exibem seus próprios filmes; uma premiação às melhores produções está prevista no encerramento dos trabalhos.

Interdisciplinar

O conceito de interdisciplinaridade é amplamente valorizado na educação atual, e no Elza Pacheco as professoras Ana Zultanski, de Geografia. e Elizandra Vieira, de Sociologia, realizam dois projetos conjuntos. Um deles tem como tema a Economia na Ditadura Militar, com o objetivo de realizar um seminário abordando de forma crítica a formação geoeconômica do Brasil das décadas de 60 a 80.

O outro projeto, em conjunto com a disciplina de Português, analisa as implicações sociopolíticas da ação da Policia Federal dentro do Campus da UFSC em março deste ano. Ao abordar temas da atualidade, também é uma forma de preparação extra para vestibular e ENEM.

Consolidação

Segundo a Assistente Educacional Paula Boaretto, dez alunos da escola foram selecionados para cursar o pré-vestibular da UFSC em parceira com o governo do Estado. Os critérios de seleção foram o histórico escolar e a renda familiar. Entre outras orientações, a escola oferece instruções para a inscrição do ENEM, simulados, abordagem no cotidiano das aulas, “tudo para dar continuidade a um trabalho já consolidado”, diz Paula.

+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas