Câmara vota repasses para área da saúde

A penúltima semana de abril pode marcar a história da Câmara de Vereadores: a aprovação ou reprovação de repasses para instituições como Hospital Santa Isabel e Associação de Pais e Professores de Alunos Excepcionais (Apae). Ao todo, são R$ 21 milhões de reais em auxílio financeiro para entidades de diversas áreas. O Projeto de Lei Ordinária 6585/2014 deve ser votado nessa quinta-feira (24).

Os repasse normalmente acontecem porque essas instituições desenvolvem serviços essenciais. O Instituto Gene, associação sem fins lucrativos que desenvolve pequenas empresas, deve receber R$ 300 mil. “Esse repasse é vital para o funcionamento do Gene”, destaca Charles Schwanke, diretor de incubação de empresas.

Várias áreas da saúde estão beneficiadas: a Fundação Hospitalar de Blumenau receberá, se aprovado, um repasse de R$ 7,9 milhões. O Hospital Santa Isabel deve receber R$ 3,1 milhões. A Associação Hospitalar Beneficente Misericórdia de Vila Itoupava, R$ 667 mil. Centros de tratamento de dependentes químicos, como a Cruz Azul, Centro Terapêutico Vida e o Centro de R. Nova Esperança, também serão beneficiados.

A Apae deve receber R$ 473 mil. Você pode conferir todos os repasses nesse link.

Polêmica

Uma polêmica foi protagonizada pelo vereador Ivan Naatz em uma rede social, “Apresentei 17 emendas supressivas de entidades cuja prestação do serviço é duvidosa“. Ele questiona repasses para instituições como o Convention Bureau, que, “contrata sem licitação”. Segundo descrição de seu site, o Bereau tem o “objetivo captar e gerar eventos e congressos de alcance regional, nacional e internacional para a cidade”.

Outro questionamento é sobre repasses ao Instituto Unimed Santa Catarina, uma entidade sem fins lucrativos. “deixarei as coisa bem claras, inclusive que a UNIMED é doadora de campanha do Napoleão e do Marco ok”, destaca Naatz. Segundo o site da cooperativa, o “objetivo é consolidar o papel socialmente responsável da Unimed realizando e/ou apoiando ações e projetos na área da saúde, educacional, entre outras’.

Mas o projeto pode ser aprovado parcialmente, já que cada emenda representa um repasse.

Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores (Renan Olaz)
Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores (Renan Olaz)

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome