Bugio-Ruivo é o novo integrante de uma família no Zoo Pomerode

O plantel do Zoo Pomerode ganhou mais um integrante. O terceiro filhote do casal de Bugios-Ruivos nasceu no zoológico no dia 13 de agosto. Agora, quem visita o espaço pode observar mãe e filho, andando agarrados pelas árvores.

Para Cezar Santos, biólogo do Zoo Pomerode, a reprodução desta espécie em zoológicos é fundamental para a sua conservação. “Vemos com muita esperança o nascimento deste filhote, especialmente nesse momento de alta mortalidade provocada pela febre amarela […] Assim como nós, o bugio é uma vítima desta doença, que é transmitida pelo mosquito vetor. E também ficamos alegres por poder acompanhar a recuperação e convivência dos seus pais, que estão aqui no Zoo por outros problemas muito comuns no Brasil, como maus-tratos e tráfico”, completa.

Terceiro filho do casal

O pai chegou ao Zoo em 2014, depois de ser resgatado no município de Pomerode pela Polícia Ambiental, com uma fratura na pelve. Durante o período de tratamento, ele recebeu exercícios direcionados para a recuperação dos seus movimentos. Embora tenha melhorado, as sequelas do machucado impedem sua volta ao meio ambiente.

Já a mãe chegou ao Zoo Pomerode em 2012, vinda de um centro de triagem, local que abriga animais silvestres recuperados de tráfico ou contrabando e que sofreram maus-tratos. Eles são encaminhados para os órgãos específicos ou devolvidos para a natureza, de acordo com a sua condição física.

A família de bugios pode ser visitada no Zoo que é aberto diariamente das 8h às 18h, na Rua Hermann Weege, 180, Centro, em Pomerode (SC).

erceiro filhote do casal de bugios a nascer no zoológico - foto do Zoo Pomerode
erceiro filhote do casal de bugios a nascer no zoológico – foto do Zoo Pomerode

Sobre o Zoo Pomerode

Maior zoológico de Santa Catarina, o Zoo Pomerode abriga 1.011 animais, de 242 espécies diferentes. Destas, 40 espécies estão na lista mundial de ameaçadas de extinção. Na sua maioria, os moradores do espaço não têm condições de voltar à natureza porque foram vítimas de maus-tratos ou acidentes.

A história do espaço começou há 87 anos, em 1932. São 35 mil metros quadrados para visitação, localizados no Centro Histórico de Pomerode (SC).

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome