segunda-feira, 20 de maio de 2024
16.1 C
Blumenau

Bancos suspendem consignados depois de governo forçar juro baixo

Ao menos oito bancos já informaram ontem (16) que suspenderam as linhas de crédito consignado para beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O motivo é que o governo do Brasil forçou a redução no valor dos juros.

O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) reduzir o teto de juros ao mês para o consignado em benefício previdenciário, de 2,14% para 1,7%. No documento, o conselho também fixou o máximo de juros ao mês em 2,62% para operações realizadas por meio de cartão de crédito e cartão consignado de benefício.

A Caixa Econômica e Banco do Brasil, dois bancos estatais, anunciaram a suspensão da oferta de linhas de créditos ligadas aos benefícios. Outros bancos que também disseram que vão parar são o Itaú, C6 Bank, Daycoval, PAN, Mercantil e PagBank.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) comunicou por meio de nota que “os novos tetos têm elevado risco de reduzir a oferta do crédito consignado, levando um público, carente de opções de crédito acessível, a produtos que possuem em sua estrutura taxas mais caras, pois uma parte considerável já está negativada.”

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas