Anulado cidadania honorária que há 91 anos foi concedida a Benito Mussolini, o pai do fascismo

benito mussolini

Salorno, é uma pequena vila de 3.530 habitantes em Trentino Alto –Ádige, próximo a fronteira entre o sul do Tirol e Trento.

O prefeito desta comuna (município) Roland Lazzeri do Südtiroler Volkspartei que lidera uma coalizão com o Partido Democrata e o engajamento cívico para Salorno, levou à votação a revogação da cidadania honorária, que foi concedida em 1924 para o pai do fascismo, Benito Mussolini.

Para a revogação da cidadania de Duce votaram 17 vereadores, apenas um se absteve. “A leitura no arquivo histórico de jornais datados de 1924, notamos que o governo de Salorno havia concedido o título de cidadão honorário a Mussolini e nós levantamos o caso ao prefeito Lazzeri, que é creditado por ter agido prontamente” afirmou Werner Thaler, secretário municipal de Salorno.

Nos últimos anos, outras cidades da região como Montagna, Termeno, Ora e Cortaccia revogaram a cidadania a Mussolini.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome