35ª Festa Pomerana começa na próxima semana

Festa Pomerana – Daniel Zimmermann

A festa alemã mais tradicional do país promete movimentar o alto verão catarinense. A mais antiga dentre as festas germânicas do Vale Europeu, a Festa Pomerana é uma verdadeira experiência cultural, celebrando o legado dos colonizadores através da gastronomia, da música, da dança e das competições típicas.


A 35ª edição da festa será realizada entre os dias 10 e 21 de janeiro, no Parque de Eventos de Pomerode, com atrações para toda a família. “Nossa expectativa é receber mais de 80 mil pessoas de todos os cantos do país e até de outros países. Tudo é preparado para receber bem os visitantes”, revela a diretora executiva da Fundação Cultural de Pomerode, Ivone Lemke.

A programação iniciará na quarta-feira (10) a partir das 19h, com desfile típico pelas ruas da cidade. A atração, que reúne grupos e alegorias, começa na Rua 15 de Novembro, nas imediações da Igreja Evangélica de Confissão Luterana, e segue até o local da festa. A abertura oficial acontecerá no pavilhão principal, às 20h.

A edição que celebrará 35 anos de festejos será marcada por grandes atrações musicais. Em destaque, os palcos receberão pela primeira vez a banda alemã Musikkapelle Chieming, originária da Baviera. O grupo, famoso na Oktoberfest de Munique, é essencialmente composto por instrumentos de sopro, sendo especialista em marchas e canções tradicionais da Alemanha.

Outra grande novidade na programação é o 1º Encontro de Tocadores de Teufelsgeige. A atração é curiosa, já que segundo a tradição, o instrumento de percussão, conhecido também como violino do diabo, deve ser fabricado pelo próprio instrumentista. O som é emitido por um serrote. Esse inusitado instrumento foi trazido ao Brasil pelos imigrantes alemães e a expectativa é que 20 tocadores de Teufelsgeige se reúnam no domingo, 14 de janeiro, a partir das 13h.

As competições típicas também se mantêm como diferenciais da Festa Pomerana. Seguem o princípio das atividades praticadas pelos imigrantes em seu trabalho diário, que hoje são entretenimento e lazer. Entre elas, estão as brincadeiras de serrador e lenhador, a corrida com o carrinho de mão, o cabo de guerra e a disputa entre comedores de salsicha “Alles Wurst” (É tudo Linguiça), além dos tradicionais chope em metro e tiro ao alvo. Todas alegram os dias e as noites do evento e atraem curiosos e competidores.

A gastronomia é sempre um dos pontos altos do evento. Ao todo, são 16 pontos de alimentação espalhados pelos pavilhões, entre restaurantes e boxes. Os pratos são preparados para agradar a todos os paladares, incluindo os tradicionais eisbein, spätzle, wursts, cucas e strudel, além de opções sem glúten, sem lactose e vegetarianas.

Quanto à bebida, o chope artesanal é imprescindível. Valorizando as produções regionais, estarão presentes as variedades das cervejarias Schornstein (Pomerode), Bierland (Blumenau), Opa Bier (Joinville) e Borck (Timbó)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here