Gripe já matou 99 pessoas no Brasil; vacinação segue até o dia 31

Até 27 de abril, pelo menos 535 pessoas foram hospitalizadas este ano no Brasil por síndrome respiratória aguda grave causada por influenza e 99 morreram em decorrência do quadro. Em Santa Catarina foram duas mortes, uma em Blumenau.

De acordo com o Ministério da Saúde, do total de óbitos, 90% ocorreram em pessoas que já apresentavam fatores de risco para a gripe, como idosos, pacientes com doença crônica, crianças, gestantes, indígenas e puérperas.

Nos primeiros meses de 2019, a circulação de vírus do tipo influenza se deu com maior intensidade e de forma localizada no Amazonas, que registrou 139 casos e 35 óbitos. O estado de São Paulo também se destaca, com 107 casos e 7 óbitos.

Vacinação em Blumenau até dia 31 de maio

No início da campanha foi dada prioridade para crianças acima de seis meses e menores de seis anos, além de gestantes e puérperas, que são mulheres no período de até 45 dias após o parto. Desde o dia 22, os demais grupos, que incluem pessoas acima de 60 anos; trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, também podem procurar uma das 47 salas de vacina.

A orientação é de que os idosos levem documento que comprove a idade; professores tenham em mãos folha de pagamento recente; trabalhadores de saúde apresentem carteira de registro profissional ou último holerite. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais devem apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, independente da idade. Pacientes já cadastrados em programas de controle de doenças crônicas devem se dirigir até as unidades de acompanhamento para receber a vacina.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome