Justiça autoriza ida de Lula ao velório de neto de 7 anos

A Justiça Federal em Curitiba autorizou a saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste sexta-feira (1º) para que compareça ao velório do neto, Arthur Lula da Silva, de 7 anos, que morreu vítima de meningite meningocócica, em Santo André (SP).

Na petição encaminhada à juíza Carolina Lebbos, os advogados do ex-presidente argumentaram que Lei de Execução Penal (LEP) prevê que presos possam deixar a prisão para comparecer ao velório de um parente próximo.

Uma operação da Polícia Federal foi planejada e o ex-presidente deverá ser transportado em um avião do Estado do Paraná.

Morte de irmão

Em janeiro, Lula também pediu para deixar a prisão para comparecer ao velório do irmão, Genival Inácio da Silva. No entanto, o pedido foi negado pela juíza Carolina Lebbos. A decisão foi confirmada pelo desembargador federal Leandro Paulsen, do TRF4, mas o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, aceitou recurso da defesa e autorizou a saída de Lula.

No entanto, o ex-presidente não aceitou as condições da decisão, que determinava que o encontro com os parentes deveria ocorrer em um quartel das Forças Armadas. Além disso, a liminar foi deferida quando o velório tinha começado.

Luiz Inácio Lula da Silva (Ricardo Stuckert)
Luiz Inácio Lula da Silva (Ricardo Stuckert)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here