Zoo Pomerode é o primeiro do Sul a apresentar o Mico-leão-dourado

Foto_055-2015 (Mico-leão-dourado)_menor

Com o objetivo de conservar a espécie ameaçada de extinção, o Zoo Pomerode recebeu da Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte uma fêmea de Mico-leão-dourado. A transferência foi viabilizada através do Comitê Internacional de Conservação da espécie.

O animal passou por um período de quarentena para se adaptar ao novo ambiente e agora está no seu habitat e já pode receber a visita do público. O zoológico é o primeiro da região Sul do Brasil a apresentar o Mico-leão-dourado aos visitantes.

O Zoo Pomerode também deve receber, nos próximos meses, um macho que está no Zoológico de Limeira. Quando chegar, ele também irá ter um tempo de quarentena e de adaptação com a fêmea.

“Assim como fazemos com outros animais ameaçados de extinção, o objetivo de receber o casal de micos-leões-dourados é possibilitar a reprodução da espécie para conservação”, destaca o biólogo Cláudio Hermes Maas.

O Zoo Pomerode também possui um grupo de Micos-leões-de-cara-dourada, também participantes do Comitê Internacional de conservação desta espécie.

A alimentação desses animais no Zoo é composta de uma ração com os nutrientes necessários para os micos. Além disso, eles também recebem frutas, legumes, ovos e carne de frango cozida. Em breve, o maior zoológico de Santa Catarina irá lançar no Facebook um concurso para escolher um nome para o casal.

Com informações da Assessoria

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome