Um clássico entre gigantes

Os últimos parágrafos do livro do Campeonato Catarinense da Divisão de Acesso de 2013 terá um ponto final no próximo domingo, 1, em Lages. O final feliz, presente em diversas obras literárias, será decretado quando o troféu de campeão for erguido pelo capitão do Esporte Clube Internacional de Lages ou do Blumenau Esporte Clube.
BEC x Leão da Serra em 1992 (Inter de Lages / Divulgação)

A história, que durou um pouco mais de três meses, foi árdua e apresentou dificuldades financeiras em cada capítulo. Mas, sobretudo, os guerreiros de ambos os plantéis demonstraram superação e se encontram a um passo do objetivo principal: o acesso à Série B do Campeonato Catarinense de 2014.

Fundado em 1949 e campeão catarinense de 1965, o Leão da Serra conquistou o título do primeiro turno da Terceirona e é líder na classificação geral, com 47 pontos ganhos. Já o BEC, primeiro clube futebolístico de Blumenau, fundado em 1919, é o campeão do returno e vice-líder na classificação geral, com 45 pontos conquistados. 
Nos primeiros parágrafos do último capítulo, o Blumenau saiu em vantagem ao vencer o Colorado por 4 a 0, em solo blumenauense. Porém, disposta em mudar o rumo da trama, a equipe comandada por Nasareno Silva terá 90 minutos para buscar a vitória e forçar a prorrogação, onde o Internacional tem a vantagem do empate.

De fato, Santa Catarina está sendo beneficiada com a final entre Internacional de Lages e Blumenau. A tradição de ambas as equipes deixa bem claro que a Série A do estadual é a competição em que deveriam atuar. Independente de quem conquistar o acesso e estabelecer um final feliz, os admiradores do futebol catarinense serão os verdadeiros privilegiados.  

Matheus Guerreiro é um dos destaques da competição
(Denner William)
Histórico 
BEC e Internacional de Lages se enfrentaram pela primeira vez no dia 6 de novembro de 1954. No domingo, as equipes irão se enfrentar pela 93° vez, sendo que o clube blumenauense obtém 35 vitórias, contra 32 do Leão da Serra – 25 empates. O tricolor já balançou as redes 119 vezes, enquanto o time do Planalto Serrano fez 99 gols.
Na Terceirona de 2013, a disputa está equilibrada. Em cinco jogos, cada clube adquire duas vitórias e duas derrotas, além de um empate. Lages, cenário da final, recebeu três partidas, com duas vitórias dos Lageanos e um empate. 

Artilheiro
Nessa temporada, Matheus Guerreiro é o artilheiro do confronto, com quatro gols feitos. A equipe treinada por Rodrigo Cascca marcou em nove oportunidades e sofreu cinco gols. 

Por Jhulian Pereira

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome