Turbidez do rio afeta o abastecimento de água em 25 bairros

Devido à alta turbidez do Rio Itajaí-Açu, o abastecimento de água está comprometido nos bairros atendidos pela Estação de Tratamento de Água (ETA) II, situada na rua Bahia. A estação está operando abaixo da capacidade, causando redução de vazão.

O Samae está manobrando parte da água produzia pela ETA III, no bairro Garcia, para minimizar os efeitos nas localidades abrangidas pela ETA II. Em virtude disso, a autarquia pediu em nota a compreensão de todos e o consumo consciente.

Os bairros que podem sentir o comprometimento no abastecimento são: Água Verde, Badenfurt, Escola Agrícola, Fidélis, Fortaleza, Fortaleza Alta, Itoupava Norte, Itoupava Seca, Itoupavazinha, Nova Esperança, Nova Esperança, Passo Manso, Salto, Salto do Norte, Salto Weissbach, Testo Salto, Tribess, Velha, Velha Central, Velha Grande e Vila Nova; e parcialmente os bairros Boa Vista, Centro, Itoupava Central e Victor Konder.

Turbidez

A turbidez indica a quantidade de substâncias na água do rio como areia, folhas e sedimentos em geral, que aumenta quando ocorrem chuvas intensas, como as dos últimos dias.

De acordo com o Samae, a turbidez não altera a qualidade da água tratada fornecida, porém, quando está elevada, a produção é mais lenta justamente para garantir que a água fornecida continue dentro dos padrões de potabilidade exigidos.

Segundo o diretor de operações do Samae, Jean Carlos Naumann, a ETA II tem capacidade de tratamento de 800 mil por segundo, mas em virtude da alta turbidez a quantidade caiu para 400 litros por segundo.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome