Tribunal do Júri condena a 21 anos autor de feminicídio ocorrido em Blumenau

Tribunal do Júri de Carlos Erasmo Luiz dos Santos - foto da Comarca de Blumenau
Tribunal do Júri de Carlos Erasmo Luiz dos Santos – foto da Comarca de Blumenau

Uma sessão do Tribunal do Júri reunida na na quarta-feira (14) condenou Carlos Erasmo Luiz dos Santos a 21 anos e quatro meses de reclusão pelo feminicídio de Marise Mette dos Santos, ocorrido em 18 de outubro de 2019 no bairro Tribess.

O corpo de Marise foi encontrado em decomposição após vizinhos sentirem cheiro forte da casa da vítima e acionarem a Polícia Militar. Carlos Erasmo foi preso em uma operação no Rio Grande do Sul dias após o crime.

O Conselho de Sentença reconheceu que o réu praticou o crime por motivo torpe, emprego de asfixia, uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio. Ele não poderá recorrer da decisão em liberdade.

Marisa Mette dos Santos foi encontrada morta nesta sexta-feira - foto do perfil pessoal
Marisa Mette dos Santos foi encontrada morta nesta sexta-feira – foto do perfil pessoal

Conforme denúncia do Ministério Público antes de consumar o assassinato, ele já teria ateado fogo à casa da vítima, promovido agressões e ameaçado. A vítima, que foi morta a facadas, já havia o denunciado por violência doméstica e ameaças.

A sessão foi presidida pelo juiz Eduardo Passold Reis, da 1ª Vara Criminal da comarca de Blumenau. A acusação promovida pelo promotor de Justiça Odair Tramontin; e a defesa, pelo defensor público Arthur Herman Calabria Lundgren de Albuquerque.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome