Transporte coletivo pode parar a qualquer momento

O transporte coletivo de Blumenau sofrer uma paralisação parcial a qualquer momento de acordo com o Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau e Gaspar, o Sindetranscol.

O motivo é que os trabalhadores da empresa Nossa Senhora da Glória, detentora da maior parte da frota do consórcio Siga, não receberam o salário de forma integral.

“Devido à falta de respeito dos proprietários da empresa Glória no tocante aos direitos trabalhistas, os trabalhadores podem parar suas atividades a qualquer momento”, diz um comunicado veiculado no perfil do sindicato na rede social Facebook.

O Siga é formado por outras duas empresas, a Verde Vale e a Rodovel. Não há manifestação dos trabalhadores destas empresas sobre problemas no pagamento. Por conta disso, mesmo com paralisação, parte do sistema continuaria funcionado. Linhas como 10 Aterro – Garcia e 12 Fonte – Aterro são gerenciadas pela Glória.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome