Sindicato recua e transporte coletivo não terá greve na segunda-feira

Após indicar paralisação em algum terminal na segunda-feira (17), o sindicato dos funcionários do transporte coletivo de Blumenau voltou atrás “apostando no diálogo”. A decisão foi comunicada na tarde deste sábado sem mais detalhes.

“Apostando no diálogo e na expectativa de uma negociação justa e necessária, e acreditando que a empresa respeita seus trabalhadores e trabalhadoras e preza pelos usuários; o Sindetranscol informa a população de Blumenau, em especial os usuários do transporte coletivo, que não haverá paralisação nesta segunda-feira”.

A greve parcial afetou algumas linhas do terminal Garcia na sexta-feira, já que a paralisação total poderia gerar multa de R$ 100 mil ao dia. O transporte coletivo funciona normalmente neste sábado e domingo em meio ao estado de greve.

Transporte coletivo de Blumenau - foto de Eraldo Schnaider
Transporte coletivo de Blumenau – foto de Eraldo Schnaider

As manifestações são fruto de um impasse entre a empresa BluMob e a categoria, representada pelo Sindetranscol. Apesar do reajuste de inflação dos salários e vale-alimentação, os funcionários querem 5% de aumento real e outros benefícios.

A BluMob alegou que “sempre adotou postura negocial transparente e responsável, demonstrando que é necessário buscar contrapartidas para que os objetivos e desejos de todos possam ser atendidos. Durante a fase negocial, em diversas oportunidades foi garantida a manutenção de todos os benefícios já conquistados pelos trabalhadores, não sendo verídicas afirmações de supostas perdas”.

Um comentário

  1. Fico pensando, só o vale alimentação é de 820 reais, o que daria pouco mais de 35 reais por dia, será mesmo que eles precisam ir em um espeto corrido todos os dias, enquanto muitos pais de família sustentam as mesmas com menos que isso?

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome