Sindicato ameaça impedir volta dos ônibus em Blumenau

Ônibus do transporte coletivo - foto da Prefeitura de Blumenau
Ônibus do transporte coletivo – foto da Prefeitura de Blumenau

Apesar da intenção da Prefeitura de Blumenau de retomar o transporte coletivo na segunda-feira, o sindicato da categoria de motoristas e cobradores emitiu nota afirmando que sem garantias não haverá retorno do transporte coletivo.

O Sindicatos dos Trabalhadores do Transporte Coletivo de Blumenau (Sindetranscol) afirmou por meio das redes sociais que o município “não conversou ainda com quem vai, de fato, fazer o transporte andar: os trabalhadores”.

A instituição afirmou que encaminhou um plano sanitário para a empresa e para o município no dia 23 de abril visando discutir garantias para o retorno com segurança do trabalhadores, mas disse que não houve retorno.

“Muitas perguntas estão sem resposta […] enquanto forem tratados com desrespeito, não tem volta”, diz o texto. O Sindetranscol ainda colocou em dúvida a medida de suspensão do pagamento em dinheiro dentro dos ônibus, o que “indica a possibilidade de intenções obscuras, como o corte de cobradores”.

Até o momento não posicionamento da Prefeitura sobre as afirmações, mas uma coletiva marcada para esta sexta-feira (5) deve esclarecer alguns pontos.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome