Semus chama população para o combate à dengue

A Secretaria de Saúde (Semus) da Prefeitura de Blumenau, está solicitando que a população faça a limpeza de terrenos, estejam eles ocupados ou não, além da retirada de lixo das residências para evitar que recipientes fiquem com água. Apesar de Blumenau ter apenas um caso de dengue na cidade, a Vigilância em Saúde da secretaria está chamando a atenção para a prevenção.

“Apesar de Blumenau estar a frente no Estado em relação ao combate a dengue […] neste período do ano há uma circulação expressiva de pessoas que chegam aqui e outras que saem de Blumenau para o litoral. Por isso, pedimos uma participação ativa da população no apoio ao combate da dengue, além de reforçar os cuidados em casa”, diz o diretor de Vigilância em Saúde, Eduardo Weise

Pessoas com gripe ou sintomas semelhantes a gripe devem se dirigir às unidades de Estratégia Saúde da Família (ESFs) e Ambulatórios Gerais (AGs) da cidade para serem atendidos. Os casos suspeitos serão tratados como prioridade pela Saúde. A Secretaria também está elaborando uma capacitação para os 221 Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do município que realizam visitas às residências.

Sintomas da dengue

A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. O seu principal vetor de transmissão é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais.

A grande maioria das infecções é assintomática. Quando surgem, os sintomas costumam evoluir em obediência a três formas clínicas: dengue clássica, forma benigna, similar à gripe; dengue hemorrágica, mais grave, caracterizada por alterações da coagulação sanguínea; e a chamada síndrome do choque associado à dengue, forma raríssima, mas que pode levar à morte, se não houver atendimento especializado.

A Secretaria de Saúde também reforça que a comunidade pode participar mais ativamente no controle e combate da dengue informando sobre locais que apresentem ou não condições favoráveis para a proliferação do mosquito, como terrenos baldios, piscinas sem manutenção, por exemplo. As denúncias podem ser feitas através da Ouvidoria Sus, pelo telefone (47) 3381-7770.

Confira como se proteger da dengue:

– Colocar areia nos pratinhos de plantas.
– Colocar tampas de garrafas, cascas de ovos, latas e outras embalagens vazias em sacos plásticos bem fechados, deixando-os fora do alcance de animais.
– Remover duas vezes por semana a água acumulada em folhas de plantas como bromélias.
– Guardar garrafas com gargalo para baixo e pneus secos e cobertos.
– Manter lixeiras tampadas.
– Lavar com escova os potes de comida e água dos animais uma vez por semana.
– Colocar cimento nos cacos de vidro dos muros.
– Manter calhas para água de chuva desentupidas.
– Tratar a água da piscina com cloro, limpando-a uma vez por semana.
– Manter ralos fechados e desentupidos.
– Evitar acumular entulhos (eles podem se tornar local de foco do mosquito da dengue).
– Manter caixas d’água limpas e tampadas.
– Eliminar qualquer depósito que possa haver acúmulo de água, evitando dessa forma a existência de criadouros para o Aedes aegypti – vetor da dengue.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome