Semana na Câmara – Célio Dias troca farpas com Becker e padre

A sessão da terça-feira, 3, foi tranquila. O momento alto foi uma troca de farpas entre Célio Dias (PR) e Oldemar Becker (PPS). Sim, acredite, Becker se meteu em uma confusão. O motivo é uma permuta de terrenos entre a Igreja Católica da Água Verde e o município, sugerida por Becker.

Dias se manifestou contra a permuta: “A região é Zona Residencial 4 e, portanto, não poderia abrigar uma igreja”. Afirmou também que a população rejeita a ideia. Mas o que o deixou revoltado foi, segundo ele, uma “inquisição” na igreja e na internet que padre Paulo, da Água Verde, estaria fazendo por conta de sua postura.

“Gostaria de dizer para o padre Paulo que a função do vereador é fiscalizar, e isso aqui o vereador Becker deveria saber, e não ficar resolvendo problema de Padre porque ele faz a comunidade bater palma para vossa excelência” afirmou Dias.

Becker sempre procura fugir das brigas se abstendo de votar projetos polêmicos, mas dessa vez sobrou pra ele. Durante sua fala ele preferiu se esquivar: “Peço que os vereadores não levem a mau, se o padre citou meu nome é porque está vendo meu trabalho, não tem nada ver com essa negociação”.

Visita do governador

Mário Hildebrandt e Robimson Soares, ambos do PSD, abordaram a vinda do governador Raimundo Colombo a Blumenau. O governador anunciou verba para a conclusão do Dick da Fortaleza e o lançamento do edital para prolongamento da Via Expressa, a SC-108, e outro para uma escola na região da Itoupavazinha.

“Trata-se de uma antiga reivindicação”, frisou Jeans Mantau (PSDB), elogiando o lançamento do edital para construção da escola.

O homem das CPI’s

Jefferson Forest (PT) usou a tribuna para pedir uma CPI, Comissão Parlamentar de Inquérito, para investigar  irregularidades no 53º Jogos Abertos de Santa Catarina, organizados pela Fesporte, Fundação Catarinense de Esporte. “Prefiro passar a minha legislatura na zona do confronto do que na zona do conforto”, justificou.

Marco da Rosa (DEM), Beto Tribess (PMDB) e Mauricio Gol (PSDB) elogiaram o 40º título de Blumenau no JASC.

O homem odiado

O companheiro de Forest, Adriano Pereira, declarou em alto e bom som “muitos torcem para que eu sofra um enfarte ou mesmo que alguém me mate” (adaptação). A frase foi dita enquanto ele ironizava o desejo de alguns vereadores para que Evelin Huscher voltasse a cadeira deixada por ele quando se licenciou.

Rápidas:
– Zeca Bombeiro (SDD) pediu mais policiais nas ruas. Que Deus lhe ouça.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome