terça-feira, 9 de agosto de 2022
18.1 C
Blumenau

Segunda edição do livro Sombras da Noite é legado de Martin Drewes

O Major Martin Drewes lançou a segunda edição do livro nesse ano. A primeira edição é de 2002. (Foto do Wikipedia)
O Major Martin Drewes lançou
a segunda edição do livro nesse
ano. A primeira edição é de 2002.
(Foto do Wikipedia)

Martin Drewes foi um dos maiores pilotos noturnos da Luftwaffe, a Força Aérea do Terceiro Reich. Já debilitado, aos 94 anos, o Caçador da Noite decidiu fazer a segunda edição do seu livro “Sombras da Noite”, lançado originalmente em 2002. O alemão retrata sua trajetória na Segunda Guerra Mundial e a vida pós-guerra.

Sua cuidadora relatou que considerava a reedição uma missão final, e que lhe custou todas as suas forças. Tive o prazer de ser um dos últimos fãs a falar com o As, dias antes de ter sua primeira internação. Foram três meses de sofrimento até que o Major decolasse para sempre em 13 de outubro, uma semana antes de completar 95 anos.

A nova edição traz em artigos os fatos que marcaram a vida, com mais imagens e com ótima edição. Os primeiros relatos eram sobre Salzgitter, Alemanha, onde nasceu, e termina com sua aposentadoria em Blumenau. Por respeito aos camaradas, evitou falar de quem não estivesse vivo. Fugiu da polêmica e não comentou o nazismo.

Por se tratar de fatos descontinuados, pode ser facilmente lido em poucos dias. Porém, também faz com que seja menos atrativa a leitura contínua, visto que não há ligação entre as histórias, senão a da cronologia do tempo. O texto não tem floreios, algo modesto para um detentor das mais altas condecorações da Alemanha.

O livro se trata de um relato único e raro. Sua condição, de Caçador Noturno, já é excepcional, porém o que espanta são suas 52 vitórias. O maior “As” Aliado, o sul-africano Marmaduke “Pat” Pattle, teve 44 vitórias. Suas experiências em terras brasileiras incluem até participação da construção de Brasília. Leitura recomendada.

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas