Secretário da Saúde é exonerado após irregularidades em compra de respiradores

Helton Zeferino deixa a secretaria de Saúde - foto de Mauricio Vieira
Helton Zeferino deixa a secretaria de Saúde – foto de Mauricio Vieira

O secretário de Estado da Saúde Helton Zeferino pediu exoneração após a polêmica compra de 200 respiradores por R$ 33 milhões que não foram entregues. A saída de Zerefino foi confirmada em nota oficial na noite desta quinta-feira (30).

Médico e bombeiro, Zerefino estava no governo de Carlos Moisés desde o início, mas a permanência no cargo ficou insustentável após abertura de Comissão parlamentar de inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa e denúncias na Justiça.

Após a reportagem do site The Intercept Brasil revelar a compra dos respiradores “fantasmas” ao custo de R$ 33 milhões, pagos antecipadamente, a secretaria abriu sindicância para apuração dos fatos e afastou servidora responsável.

A nota do Governo do Estado afirma que o secretário pediu exoneração e que “o governo agradece os serviços prestados em prol das políticas públicas de saúde”.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome