Saques do FGTS vão beneficiar quase 100 milhões de brasileiros

A liberação de parte dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS Pasep devem beneficiar quase 100 milhões de brasileiros, afirmou hoje o ministro da Economia Paulo Guedes durante anúncio dos saques.

O Governo Federal espera um crescimento de 0,35 ponto percentual adicional nos próximos 12 meses e que 2,9 milhões de empregos formais devem ser criados nos próximos dez anos com as medidas anunciadas hoje (24).

Na solenidade de anúncio das novas regras para saque do FGTS, do PIS e do Pasep, o secretário confirmou que apenas a liberação do dinheiro, limitada a R$ 500 por conta, em 2019, e equivalente a um percentual mais um valor fixo a partir do próximo ano, injetará R$ 30 bilhões na economia neste ano – R$ 28 bilhões do FGTS e R$ 2 bilhões do PIS/Pasep – e R$ 12 bilhões em 2020.

“Além do crescimento de curto prazo, a liberação do saque vai elevar em 2,6% o PIB [Produto Interno Bruto] per capita [por habitante] nos próximos dez anos, e aumentar 5,6% a população ocupada no mesmo período. Isso significa que 2,9 milhões de pessoas vão ser empregadas nos próximos dez anos”, disse o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida.

Foram anunciados hoje no Palácio do Planalto quatro ações para flexibilizar o saque das contas do FGTS, do PIS e do Pasep. A de maior impacto no momento será a liberação de um saque imediato de até R$ 500 por conta do FGTS.

Presidente da República Jair Bolsonaro acompanhado do Ministro da Economia Paulo Guedes - foto de Marcos Corrêa/PR
Presidente da República Jair Bolsonaro acompanhado do Ministro da Economia Paulo Guedes – foto de Marcos Corrêa/PR

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome