Santa Catarina ganha um deputado na Câmara

Em tempo onde a população sulista reclama da falta de representatividade no governo federal, Santa Catarina passa a ter 17 deputados. Até então eram 16 representantes na Câmara Federal, mas uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) beneficiou o estado. Já o Rio Grande do Sul e o Paraná perderam cada um uma cadeira, ficando com respectivamente 30 e 29 parlamentares.

O TSE levou em conta o censo do IBGE de 2010 para recalcular o número de deputados de acordo com o tamanho da população de cada estado. Alagoas, Espirito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraíba e Piauí perdem representatividade, enquanto o Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Pará e Santa Catarina ganham.

O presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou nesta quarta-feira (28) que entrará com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar a decisão. Enquanto isso a classe politica catarinense deverá esperar apreensiva o desfecho desta disputa.

Mas o que muda?

Além de dar mais representatividade para um estado, mais uma cadeira na casa garante pelo menos mais R$ 15 milhões em emendas parlamentares, um beneficio para a população da região. Atualmente no Brasil existem 513 deputados federais, e a decisão vale já para as próximas eleições.

Sessão extraordinária da Câmara Federal (Luis Macedo / Câmara dos Deputados)
Sessão extraordinária da Câmara Federal (Luis Macedo / Câmara dos Deputados)

Um comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome